CANA 1.JPG

CANAVIAL

 - (Um) hectare produz quantas toneladas de cana?
 Varia em média de 75 a 80 toneladas sem irrigar.

-Quantos litros de cachaça produz 1 tonelada de cana?

100 litros de cachaça.

-Quais tipos de cana devo plantar para produzir a cachaça?

 Consultar o agrônomo da sua região sobre as variedades que melhor se adaptam à área.
 

-Quantas toneladas de mudas gasto para plantar 1 hectare ?

 Média de 12 a 15 toneladas de cana picada ou 10 a 12 de cana inteira.
 

-Tempo para corte?

Primeiro corte de 1 ano a 1 ano e meio, a partir do segundo corte 1 ano, podendo ter até 5 cortes ou mais.

 

 

 

 

 

 

ALAMBIQUES :                     Fornalha                            a vapor (caldeira)

-Qual diferença do alambique de fornalha para alambique de vapor?

 Alambique de fornalha é aquecido com fogo em baixo, alambique a vapor é aquecido através de uma caldeira que gera vapor, que por sua vez, aquece uma serpentina que fica no interior da panela do alambique. Ambos tem como combustível o bagaço da cana.

 

- Qual modelo tem preço mais acessível: alambique fornalha ou alambique a vapor?

Modelo fornalha por não ter que comprar a caldeira.

 -Quais são os principais equipamentos para produção da cachaça?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

             01-Moenda,                        02-Decantador                             03-Dornas Diluidora de Brix  

     

                             04 -Dornas de Fermentação                                    05-Dorna Volante

- Existe alguma exigência do local onde vou instalar a fábrica de cachaça?

 Sim, distância de córregos mínimo 50 metros, de lagoa 200 metros, de curral 200 metros.


- A produção de cachaça consiste em 3 frações:

 Cabeça, coração e calda.


-O que é cabeça?

Corresponde aos primeiros condensados e contém alto teor de metanol, acetaldeídos e acetato de atila que se tornam indesejáveis dependendo da concentração. Corresponde a 1 % do volume útil do alambique, podendo ser descartada ou utilizada na produção de álcool combustível.

-O que é coração?

 Coração é a parte da destilação consumível, corresponde entre 15 a 16 % do volume do alambique.

 

-O que é calda?

 É a parte final da destilação. Pode ser descartada ou usada também para a produção de álcool combustível.
 

- O que é vinhoto?

 É um resíduo líquido, obtido da destilação do mosto fermentado (vinho), durante o processo de produção
de cachaça. É armazenado em um tanque e, posteriormente, usado como adubo no canavial.

 

-Qual alambique é o menor na escala industrial?
Aconselhamos o alambique a partir de 300 litros úteis .

Conheça algumas madeiras mais usadas no Brasil:

 

Amburana: deixa a cachaça levemente amarelada, baixa a acidez e diminui o teor alcoólico da

bebida, que fica mais suave.

Também conhecida como Cerejeira, Amburana-de-Cheiro, Imburana, Umburana, Angelim, entre outros.

— Amendoim: rara e em extinção, sua extração é controlada ou proibida por lei. Considerada a mais nobre das madeiras para envelhecimento. Abaixa um pouco o teor alcoólico e a acidez da cachaça, preserva e acentua as características naturais como perfume e sabor da bebida.

— Bálsamo: resulta em tom dourado brilhante e gosto forte amadeirado.

— Carvalho: madeira Européia muito usada para envelhecimento de outras bebidas. Garante cor dourada e sabor suave, agradável, de baixa acidez e levemente adocicado.

— Castanheira – Torna a cachaça mais suave, deixando sua cor levemente bronzeada, com aroma e sabor característicos do fruto.

— Jequitibá-Rosa – Reduz a acidez da aguardente, preservando o aroma e sabor originais. Até mesmo a cor é mantida quase original, bem clara.

Pura: quando descansada em recipientes de Inox, sem características sensoriais e coloração

de madeiras Pura: quando descansada em recipientes de Inox, sem características sensoriais e coloração
de madeiras;
 

Envelhecida , Envelhecida Premium ou Envelhecida Extra Premium: todas elas

devem seguir as seguintes características:

Utilizar barris de madeira com capacidade máxima de 700 litros.

 

A padronização da graduação alcoólica só pode ser realizada mediante adição de água potável ou de Destilado Alcoólico Simples de Cana-de-Açúcar ou de Aguardente de Cana ou de Cachaça envelhecidos pelo mesmo período da categoria.

— Envelhecida: contém no mínimo 50% de cachaça ou aguardente de cana, envelhecidas por um período não inferior a 1 ano.

— Envelhecida Premium: contém 100% de Cachaça ou aguardente de cana, envelhecida por período não inferior a 1 ano.

— Envelhecida Extra Premium: contém 100%  de cachaça ou aguardente de cana, envelhecida por período não inferior a 3 anos;

— Armazenada: quando utiliza barris/tonéis de madeira que não se enquadram nos definidos para cachaça envelhecida, não sendo permitido o uso de corantes de qualquer tipo, extrato natural, lascas de madeira ou maravalhas para correção e/ou modificação da coloração original do produto;

— Reserva Especial: possuem características sensoriais, dentre outras, diferenciadas do padrão usual e normal. Exemplo: 100% de Cachaça envelhecida por muitos e muitos anos;

 

Quem já produz cachaça e quer se legalizar.

 

Quem já produz cachaça de modo informal e quer aumentar sua produção e comercializar legalmente seu produto deve fazer o processo de registro da empresa e do produto. Neste caso, as recomendações para quem já está produzindo são as mesmas dadas para quem vai iniciar na atividade. A ampliação e as melhorias necessárias no engenho; a criação e o registro de uma marca de cachaça; e os custos do processo de registro e de comercialização formal (tributação) devem ser considerados. Por isso, o trabalho deve começar com o planejamento, para avaliar a viabilidade e o retorno do investimento. Assim, nada melhor do que começar elaborando um bom Plano de Negócios, o qual deverá considerar todas as implicações e necessidades do processo para formalização do negócio. E quem já possui seu próprio estabelecimento, produzindo cachaça, vai precisar de um Projeto Técnico? SIM! Neste caso, o Projeto Técnico é muito importante para avaliar o local de produção, se as instalações e os equipamentos atendem às exigências da lei; e se o processo de produção inclui todas as etapas necessárias para obtenção de uma cachaça de qualidade. Assim, o Projeto Técnico deve ser elaborado na forma de um plano de adequação.

 

O Projeto Técnico é necessário tanto para a criação de um novo negócio quanto para adequação de uma unidade em produção. Em ambos os casos, é vital que o produtor escolha um bom técnico para lhe auxiliar. Nas unidades em funcionamento, é este profissional que fará a avaliação da estrutura de produção e listará as adequações necessárias.

Como legalizar a produção de cachaça

Empresários e produtores que desejam legalizar sua produção de cachaça e/ou aguardente, tanto no caso de novos engenhos como para produtores que já fabricam cachaça, devem considerar os seguintes passos ou etapas:

01-Consulta comercial.

02-Busca de nome e marca.

03-Formatação e arquivamento do contrato social.

04-Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.

05-Solicitação da Inscrição Estadual.

06-Alvará de funcionamento da empresa e Licença Sanitária.

07-Registro no Mapa.

08-Licença de Operação.

09-Registro na Secretaria da Receita Federal do Brasil –SRFB.

10-Matrícula no Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.

53137ef8-a0ab-4317-82f7-230bc6637bd1.jpg
254d2aea-2e09-45a0-ad18-65507daa6492.jpg
fcc87561-01f2-49fc-9ee4-f3f0a8847c89.jpg
1.jpg
dornas diluidoras.jpg
88933146-1784-4b3f-85b8-d9aadb9db34c.jpg
613424ea-0dda-494e-b733-3367f93b215e.jpg
dornas diluidoras.jpg
Você pode nos contatar através de um dos seguintes canais.
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

+ 55 31 3757-1137

+ 55 31 3757-1254 

+ 55 31 3757-1281

+ 55 31 9 9683-6437 (  WhatsApp vivo)

+ 55 31 9 8462 5406 (Vivo)

Rua Santo Antônio, 773​ - Barra
Itaverava - Mg, Brazil, CEP: 36440-000